sábado, 15 de abril de 2006

Vida de Marinheiro


Passei muitas noites insones, tentanto imaginar como seria o barco que me ia acompanhar nas jornadas futuras. Esbocei-o vezes sem conta. Apaguei-o e voltei a desenhá-lo até achar que o mais pequeno pormenor estava perfeito.
Travei uma luta constante contra o sono para construir o meu barco a tempo de apanhar as marés mais calmas.
As minhas mãos, calejadas pelo trabalho, não se importavam com a dureza que iam ganhando noite após noite. Havia um objectivo a atingir que era mais importante que tudo o resto. Não há marinheira que se preze se não tiver o seu próprio barco.
Não fui, contudo, uma relapsa para com o mundo que me rodeava. Pelo contrário. Se trabalhava durante a noite, era precisamente para não destruir durante o dia aquilo que tinha conquistado com tanto esforço. Noites perdidas por uma boa causa.
Quando o dia finalmente chegou, foi como se o mundo fosse, de repente, um sítio muito pequeno para se estar.
Entrei no meu barco e comecei a velejar, de cabeça erguida e olhos radiantes. Em pleno alto mar, senti a minha alma maior que o mundo. O céu já não era um limite. Era uma brincadeira de criança, comparado ao sentimento que sorria dentro de mim. Claro, nem tudo foi um mar de rosas. Apanhei ventos tormentosos, ondas gigantes, marés indescritíveis, chuvas tenebrosas. Verdadeiros infernos marítimos, se assim lhe puder chamar. Foram tantas as dificuldades que me senti desanimar. Mas desistir? Nunca me passou pela cabeça. Se assim fosse, o meu barco não teria qualquer sentido.
Fui pirata a tempo inteiro, desafiando a sorte e o destino. A bandeira, esteada, era a demonstração directa do meu orgulho, da minha razão de viver. Marinheira que sou, marinheira que serei.

Mas todos os marinheiros têm, pelo menos, um dia de gáudio. E o meu é hoje.
A 15 de Abril de 1982 nascia a audaz e empenhada marinheira L. C.!

Deixo as portas do barco abertas, para quem quiser entrar. Hoje não serei uma mera marinheira. Serei capitã!

15 comentários :

Lua disse...

Feliz e linda Páscoa para ti Cakau!

Beijinhos,

menina graça disse...

Linda marinheira, desejo-te uma sempre doce viagem! E, para já, uma Boa Páscoa. Beijos nossos

Sophie disse...

esta lindo capitã!!!

fekliz pascoa!!

beijos

Isa&Luis disse...

Lindo lindo capitã!!

Uma Feliz Páscoa com muita Paz e Alegria.


Beijinhos muitos para ti doce menina

Isa

Su disse...

Mais um belo texto! Sempre com tanta imaginação... :)

Lindíssimo!

& Muitos Parabéns minha linda Cakau!

[*] Um abraço bem apertado e um beijinho grande!

brun0.m@rkez disse...

Parabéns!
E já agora cuidado com os dentinhos... =P Não comas as amêndoas todas!

Beijo

Alexandra disse...

Olá...

Parabéns por teres chegado a bom porto! Não há vento nem maré que trave um bom velejador. :)

Boa Páscoa para ti.

Beijinho

Mikas disse...

Parabéns!!!

um beijinho e um xi bem apertadinho!

[bom texto, marinheira]

Cakau disse...

À pessoa anónima que aqui escreveu por duas vezes e cujos comentários eu apaguei pela falta de originalidade e pela incapacidade aflitiva de querer ser o centro das atenções sem, no entanto, se identificar (estupidamente, uma vez que tenho acesso a informações como IP, local de acesso, entre outras), faço o gentil apelo de procurar ajuda médica.
Quanto às possibilidades de voltar a comentar aqui, são bastante remotas e sujeitas a censura (sim, exerço poder de censura aqui), portanto, seja alguém na vida e cresça.

Nilson Barcelli disse...

Dou-te os meus parabéns capitã L. C. (O C. deve ser de Cabral, pois deves ser descendente do Pedro Álvares...).
Sempre pensei que já tivesses maior currículo de navegação, dado o teu excelente manejo das velas das palavras.
No meu imaginário eras já uma marinheira com mais 15 a 20 dias de gáudio. A culpa é tua, que velejas tão bem como um velho lobo do mar.
Surpreendeste-me. Completamente.
E passei, por esse motivo, a valorizar ainda mais o que escreves.
Beijos minha capitã.

Karlos Alberto disse...

Oh Captain , my Captain !!!

Ainda me lembro como aqui cheguei : De barco à vela, empurrado pelo vento ...

Claro que todo o tempo que por passo tenho navegado através do sonho da Capitã materializado num espaço de encanto e fantasia !

Hoje ao ler-te assim, apetecia-me abraçar-te e carinhosamente FELICITAR-TE !!!

agua_quente disse...

Beijos, marinheira! :)

susana disse...

a marinha é uma das profissões mais fascinantes de sempre! mas tmb pode ser triste, dias a fio longe da família....

enfim, belo texto

=)

Alvaro Gonçalves disse...

Oi meu anjo,

Antes demais parabéns, atrasados, mas são sempre parabéns, e o desejo de te felicitar é sempre grande uma vez que adoro visitar-te.
Desejo-te tmbém um maravilhoso fim de semana e uma semana cheia de luz em teu coração.
Bjokas mil e xi - corações.

Dad disse...

Olá Cakauzinha, estás boazita!
Há que tempos que não te lia!
Estás contente com o teu barco?
Espero que sim!

Beijinhos para ti,