domingo, 19 de novembro de 2006

Espaço

Pegou na mala e saíu. Sem uma palavra.
Deixou-me ali, no meio da sala vazia, confuso e sem saber o que fazer. Como se o meu cérebro tivesse parado de funcionar. Nem um estímulo, nem uma resposta. Apenas inércia.
«Se é espaço que queres, é espaço que vais ter.»
Ela não percebia que o espaço a que eu me referia era à minha liberdade individual. Ao facto de eu poder escolher o que vou fazer daqui a dez minutos, se vou ou não beber café, se vou ou não passear pela avenida.
Ela não percebia que apesar de sermos marido e mulher, precisamos de vincular a nossa identidade, precisamos de nos sentirmos vivos, com vida própria.
Ela não percebia que o amor não se esgota mesmo quando os anos passam e os corpos se transformam. É certo, os sentimentos pregam-os partidas. Às vezes sentimos a vida desenxabida e precisamos apimentá-la. Às vezes surge a tentação, às vezes caímos nela, outras sabemos contorná-la. Mas a vida é mesmo assim.
Ela não percebia que o espaço a que eu me referia não era um espaço físico. Não era a distância. Era apenas a minha individualidade.
E eu não percebi porque é que ela se sentia tão insegura. Depois pensei. Provavelmente o espaço dela resumia-se ao meu. Acomodou-se ao longo dos anos. Ou então ela é que está certa e eu estou velho de mais para pensar em ter espaço.
Não sei.
Ela voltou horas mais tarde e com um sorriso estranho perguntou-me:
- Então, aproveitaste o teu espaço?
E eu senti-me preso numa gaiola. Não saí daquela sala nem por um minuto desde que ela saiu. Aproveitei o meu espaço?

11 comentários :

Mikas disse...

O ser humano tem essa mania. Desejar tudo aquilo que não tem. E depois quando o consegue, arrepende-se.
Um grande beijinho.

Anónimo disse...

Oi meu anjo,

Gostei do teu post, pois mostra uma realidade de todo o ser humano.
Obrigado mais uma vez por partilhares estas fortes emoções connosco.
Aproveito para te desejar um lindo fim de semana e uma semana cheia de luz em teu coração.
Bjokas mil e xi - corações.

luna disse...

olá .Entrei aqui por acaso mas adorei este texto,por vezes so damos valor ao que temos quando perdemos. Continua no teu paraiso.
e se quiseres visita me no meu mundo. ass luna

Isa&Luis disse...

Desculpa, «vincular a nossa identidade» ou «vincar a nossa identidade»?
A razão de ser da minha pergunta é que teria entendido se tivesses escrito vincar.
Isto não tem qualquer tipo de crítica implícita.
Boa semana.
Luis

Anónimo disse...

Oi meu anjo,

Espero que esteja tudo bem contigo.
Pelo menos parece que dentro em dias vais ter um pouco de descanço uma vez que as férias estão pretes a começar, muito embora haja muito para estudar.
Espero que possas nessa altura voltar nem que seja por um pouquinho, pois a saudade é sempre grande quando se trata de uma pessoa como tu.
Bjokas mil e xi - corações.

Anónimo disse...

Oi meu anjo,

Hoje passei apenas por aqui para te desejar um lindo fim de semana e uma semana cheia de luz em teu coração e em teu caminhar.
Bjokas mil e xi - corações.

P.S. Volta rápido, tou cheio de saudades.

brun0.m@rkez disse...

sempre que te venho ler saio com a sensação que sabes da vida como se nela trabalhasses há muitos anos.

**

Da Cruz disse...

Faz tempo q att, hein.
Me deparei com um texto suave
e questionador, de momentos.
Um conto, trajeto rápido,
que não deixa rastro.
Escrevi algo parecido no meu blog,
em "Fragmentos e Fragmentos II",
nesses mini-contos. xD

Abraço.
Gostei daqui.

Alvaro Gonçalves disse...

Oi meu anjo,

Já vi que andas por aí, pois já colocas-te teu blog para beta, tanto é que meus comentários coitados viraram anonimos, mas como sei que sabes que sou eu pouco importa.
Agora espero que voltes em força.
Aproveito para te desejar um lindo fim de semana e uma semana cheia de luz em teu coração.
Bjokas mil e xi - corações.

Dad disse...

Vou estar muito ocupada.
Possivelmente não poderei voltar aqui
Senão depois do Natal.
Deixo-te um beijinho com os desejos
De muita felicidade.

Teresinha disse...

as vezes e tao dificil falar com as pessoas, temos que saber utilizar as palavras...
ms em relaçao aos sentimentos acho que poucas palavras conseguem transmitir o que sentimos...
belo texto sim senhora...
obrigada por teres colocado 2 textos no teu blog... :D
bjus grandis... e desculpa a minha ausensia no teu blog...