segunda-feira, 9 de abril de 2007

Acordes soltos


Ela e a guitarra. Numa sintonia perfeita. Não sei se era do vinho ou do encantamento que a música provoca, mas a determinado momento deixei de conseguir distinguir o corpo dela da guitarra. Pareciam um só. Não dei muita importância a isso. Fechei os olhos e deixei-me embalar pelos acordes mágicos.
No final, uma sonolência prazeirosa. Sonhos ligeiros. Um sono tranquilo.
A música tem um efeito sedativo em nós.


Caros amigos,
Espero que tenham tido uma Páscoa Feliz (quem liga à época) e que o regresso ao trabalho seja positivo.


Boas músicas!

1 comentário :

Alvaro Gonçalves disse...

Oi meu doce anjo,

Que bom, que alegria voltar a sentir-te aqui, tão bela como sempre, sempre deixando um rasto de beleza por onde passas.
Tenho andado doente, mas já estou recuperando aos poucos, e quando digo aos poucos é mesmo aos poucos, pois customa-se dizer tudo que é mau, vem depressa mas para ir, nossa, leva tempo, mas cá estou, pois não podia deixar de aqui passar para te ver e sentir, e sempre na esperança de que tenhas voltado mesmo que por instantes, pois sinto muito a tua falta, mesmo muito. Sinto a falta desse carinho e paz que sempre me dás com tanto amor.
Obrigado meu doce anjo.
E ainda para mais agora doente, parece que tudo vem ao mesmo tempo, talvez porque me sinta fraco fisicamente, agora também a saudade bateu à porta.
Desejos de bom fim de semana e uma semana cheia de paz e luz em teu coração.
Bjokas mil e xi - corações.