sábado, 5 de maio de 2007

Pensamento solto


Há sempre coisas que nos transcendem. Às quais não damos importância. Coisas que ignoramos, a maior parte das vezes. O ar que respiramos. Os insectos minúsculos das plantas. Os berlindes debaixo dos móveis. Os grãos de areia embrenhados nas toalhas de praia (por mais que sacudamos, eles permanecem lá). As gotas de água (que às vezes basta uma para iniciar o caos - metaforicamente ou não). As teias de aranha em sítios recônditos nas nossas casas. Tantas coisas...
E no fim dos pensamentos enovelados, pergunto-me: quem é que repara num insecto, comparando com a dimensão das nossas vidas, com o tamanho do universo?
E nós que às vezes não somos mais do que um insecto...

8 comentários :

Mikas disse...

assim pequenino pequenino.


Mas para ti, um beijo enorme. =)

gato_escaldado disse...

E no entanto... a Terra move-se!

brun0.m@rkez disse...

às vezes até somos insectos dos mais irritantes.

ContorNUS disse...

ocorreu-me a frase de Antoine de Saint-Exupery " o essencial é invisível aos olhos"... .)

silvia rosa disse...

bem que por vezes somos pior que os insectos.. mt bem escrito. beijinhos

agua_quente disse...

É tudo uma questão de escala... e de perspectiva! :)
Beijos

Alvaro Gonçalves disse...

Oi meu anjo,

É bom saber que estives-te por aqui, pena não te sentir mais vezes pois fazes falta a quem te ama, amiga.
Desejos de bom fim de semana e uma semana cheia de luz em teu caminhar.
Bjokas mil e xi - corações.

Carreira disse...

Criei um blogue de opinião que agora estou a divulgar.
Se tiver interesse, não deixe de fazer uma visita: http://www.cegueiralusa.blogspot.com/
Caso goste, por favor divulgue, pois pretende ser mais um espaço de discussão em busca de uma cidadania mais activa.
O meu muito obrigado.
Com os melhores cumprimentos,
José Carreira