domingo, 23 de setembro de 2007

Demónios

Entranham-se. Crescem. Espalham-se. Contaminam.
Fazem-me querer apertar o pescoço da pessoa que tenho à frente. Dão-me vontade de bater, de insultar, de espezinhar as pessoas pobres de espírito.
Ultimamente tenho tido pouca paciência. Se tivesse uma metralhadora, disparava nas pessoas mesquinhas com quem tenho de lidar, sem qualquer hesitação. Dou por mim a desejar que o mundo se comprima, fique pesado, e lhes caia nos ombros, só para as acordar para a vida e sentirem um bocadinho o peso da responsabilidade.
A idade costuma ser um posto. Mas cada vez mais me apercebo que a maturidade não é proporcional à idade.
Estou tão farta das intrigas, da mesquinhez, da hipocrisia das pessoas que deixo os demónios crescerem dentro de mim.
Se não tivesse uma voz interior a martelar, já os tinha libertado.
- Tem calma. Se libertares os teus demónios, vais acabar por destruir as poucas coisas boas que conseguiste com essas pessoas. E depois, não podes voltar atrás.
Ai, mas que a vontade é muita, é! Afinal, também sou humana e não tenho de aturar o mundo, sozinha!
Enquanto luto contra os meus próprios demónios ardilosos, vou deixando que as coisas passem ao lado. Mas sinto-os, eminentes.

8 comentários :

Su disse...

Já não é a primeira vez que venho ao Paraíso e leio algo que parece expressar algo que na altura também se identifica com o que acho ou estou a viver.

Este teu texto é um bom exemplo disso.

Se fosse tão boa a partilhar pela escrita como tu, acho que este texto podia ser meu.

Cakau, deixa essa voz interior permanecer... é melhor, mesmo.

Um beijinho gigante e um xi! *

Cachopa disse...

ola ola
sabes uma coisa????
com a minha idade... que ja aprendi que todo o mal que os outros nos fazem mais cedo ou mais tarde vão pagar por esse mal... por isso para que te preocupares??? hihihihih

vive a tua vida.... nao impliques muito com os outros... faz o teu melhor e que Deus te abençoe

bjus******** gandes

Cachopa disse...

ah pois e... essa foto por acaso nao tem direitos de autora????
nao tenho a certeza se é minha ou nao... mas parece msm que é minha LOL

bjus

Cachopa disse...

um novo post... aguarda a tua presena... é inteiramente so para ti... dedicado a ti... go see...

Cakau disse...

Que foto? A de rosto é minha, de certeza absoluta lolol A imagem do post não da minha autoria de todo. E também não me parece que seja tua porque foi retirada de um site de fotógrafos espanhóis. De qualquer forma dou-te o benefício da dúvida, embora considere que cada pessoa saiba reconhecer as suas próprias fotos :p
E não consigo entrar no teu blog. Se calhar seria melhor deixares o endereço.
Inté.

PsiPages disse...

Compreendo perfeitamente esse sentimento... Mas ele tende a passar e sinceramente é bom que ele passe...
Sei que é difícil mantermo-nos à distância de pessoas assim (elas estão em todo lado), mas acho que se continuarmos muito centrados nisso estamos a dar importância a pessoas que não têm qualquer relevância... E acabamos por ficar um pouco amargos...

Se calhar é mesmo melhor ter calma (tal como tu tão bem disseste) e preocuparmo-nos com a nossa felicidade e com concretização dos nossos projectos.

Gostei muito do blog! Vou voltar!

Isa&Luis disse...

Reolá:))

Fazes muito bem desabafar no papel, ficas mais calma, apesar que há momentos que ficamos cegas de tanta estupidez.

O VirtualRealidade tem bolinho para ti:)

Um beijo grande para ti

Isa

Ju disse...

Por muita vontade que tenhas de libertar esses demonios tenta domina-los, sei bem que és forte e até tu sabes disso, apesar de naqueles momentos de fraqueza a vontade de os libertar seja maior.
Todos nós temos esses demonios e nao seriamos completos se no os tivessemos se eles um dia te tentarem dominar sorri-lhes e diz-lhe que simplesmente fazem parte de ti e vais ver que eles fcam bem mais fraquinhos ;)


Um beijo
Ju