domingo, 30 de setembro de 2007

O guardador de rebanhos



Cuidava cada ovelha com o mesmo gosto de há vinte anos. Conhecia-lhes as manhas, os trilhos, a maneira como se comportavam cada vez que lhes chegava perto. Umas, as mais rebeldes, fugiam-lhe e evitavam-no. Outras, as mais velhas e amorosas, permitiam-lhe um toque mas nada de muitos afagos. Havia ainda as que faziam sempre o contrário do que ele mandava. E ele preferia cansar-se a correr atrás do seu rebanho, do que envergar o seu cajado às suas companheiras.
Certa vez alguém lhe perguntou como conseguia viver com as ovelhas. Lembro-me de ouvi-lo responder:
- As ovelhas inquietam menos que os humanos e sabem mais que alguns deles.
Na altura lembro-me de tê-lo achado tão rídículo quanto sábio. Ninguém esperava aquela resposta de um solitário que, pensávamos, não conhecia a vida além do seu rebanho, embrenhado em pensamentos sabia-se lá sobre o quê. O que pensaria o pastor, afinal?
Hoje sei que estávamos todos errados. E sorrio ao lembrar-me de uma das últimas frases que lhe ouvi:
- "Sou um guardador de rebanhos, os rebanhos são os meus pensamentos..."

Mais tarde descobri que esta frase era da autoria de Alberto Caeiro.
Afinal, o guardador de rebanhos conhecia mais a vida para além do seu rebanho. Nós é que temos a mania de querer conhecer as pessoas pelas aparências, sem nos darmos ao trabalho de realmente conhecer.

10 comentários :

Ju disse...

E quando so vamos pelas aparencias costuma correr mal. Mas por vezes os falsos sorrisos tambem enganam.

Beijoca

Alvaro Gonçalves disse...

Oi meu anjo,

Estou de volta, e passando por aqui para te ver e sentir, pois já estava com saudades e muitas mesmo, espero que esteja tudo bem contigo.

Amigo é aquele que não tem rosto, tem sentimento.
Amigo é aquele que não tem raça, tem coração.
Amigo é aquele que não tem preconceito e, sim, mãos estendidas.
Amigo é aquele que chora sorrindo na lágrima de nossa alegria.
Amigo é aquele que não tem hora , pois toda hora é hora.
Amigo é aquele que comemora mesmo por dentro estando triste.

Encontras-me no meu novo perfil, cujo endereço é http://umnovoperfil.blogspot.com , mas também está nos últimos artigos do Horizonte… o limite.
Então faz as malas e vem, espero por ti…
Beijos em teu coração.

Nilson Barcelli disse...

Pois é, muitas vezes as iludências aparudem...
Bfs, beijinhos.

Paula disse...

o essencial é invisivel aos olhos... já o dizia o principezinho...

bjinhos

Sahmany disse...

As aparências...
aaaaaah omo elas enganam.
Bom domingo, abraço pra vc.

brun0.m@rkez disse...

eu ando sp metido no meio de rebanhos sem ser de ouvelhas... :S

Keia disse...

Bem que me soou familiar...

Grande Pessoa!... E grande Cakau! Parabéns, muito bonito!

Beijinhos

borboleta disse...

Bem verdade... as aparências acima de tudo. Hoje em dia ninguém perde tempo a examinar as pessoas no seu íntimo, apenas aquilo que substancial aos olhos... é pena! Há muita gente que merecia muito mais...
Pessoa sempre tinha razão... os poemas dele cativam-me imenso. O meu poeta perfeito!

beijinhos*

Sahmany disse...

Oi Cakau, só passando pra deixar um abraço.
Tb espero que vc tenha uma ótima semana.

Vênus disse...

Passei para deixar um grande abraço da tua amiga aqui do sul do Brasil....

Beijos! :)