terça-feira, 26 de julho de 2011

Parar é...

Há quem diga que parar é morrer. Eu prefiro pensar que, de vez em quanto, é obrigatório.
Acho que consegui, finalmente, voltar a tempo tempo para este blogue que tem andado solitário.
Obrigada aos amigos da blogosfera que se mantiveram fiéis e até me escreveram emails, alguns dos quais nem obtiveram resposta (shame on me). Espero que se encontrem todos bem!

Estou entusiasmada por regressar. Fez-me falta!

1 comentário :

N. Barcelli disse...

A tua ausência por certo que teve justificação.
Mesmo que nunca mais voltasses, não me esqueceria de ti. Terá sido em 2006 que tive o primeiro contacto com o que escrevias e fiquei teu fã para a vida inteira. POrque tens um enorme talento para a escrita.
Por tudo isso, fiquei feliz por teres voltado.
Beijo, querida amiga Laura.