domingo, 27 de outubro de 2013

Os sonhos são sempre os mesmos


Quando criei este blogue, há muitos anos atrás, tinha um propósito em mente.
Partilhei convosco muitas estórias - algumas que me foram injustamente roubadas, razão que me aborreceu e me fez conter na escrita. Hoje, sei que estive errada em conter-me.
Depois vem o pretexto do trabalho. Vocês assistiram a todo o meu percurso académico e a todas as vicissitudes e conquistas daí inerentes. Este percurso, do qual muito me orgulho, continuou a deixar um espaço em branco que só podia ser preenchido pela escrita.
Volvidos muitos anos, tomei uma decisão: retomar o meu sonho, interrompido. Vou lançar-me ao mundo e espero conseguir realizar-me. Espero que o mundo abrace os meus sonhos e não seja demasiado cruel.

Os nossos sonhos são sempre os mesmos. Se persistem, não importa quanto tempo passe, é sinal que eles são nossos, que nos pertencem, e que os devemos realizar.

Já começaram a viver os vossos sonhos?